Sócrates - sua vida e ensinamentos

Sócrates foi um filosofo grego cujos ensinamentos formaram a base da filosofia ocidental. Considerado um dos maiores gênios de todos os tempos, se tornou famoso por ver a filosofia como sendo necessária para todas as pessoas inteligentes. Sócrates permaneceu na historia como um exemplo de um homem que viveu de acordo com seus princípios, mesmo que esses o custassem a sua vida.


SUA VIDA

Sócrates nasceu em Atenas em 470 a.C. Seu pai, Sofroniscus, era escultor. De jovem, Sócrates tentou seguir o mesmo caminho. Sócrates recebeu uma educação elementar em literatura e música. Não se sabe ao certo quem foram seus professores de filosofia. O que se sabe é que Sócrates conhecia as doutrinas de Parmenides, Heraclitus, Anaxagoras e dos Sofistas.

Sócrates serviu no exercito e lutou bravamente na Guerra da Peloponeso e em várias outras batalhas. Desde jovem Sócrates ficou conhecido pela sua coragem e também pelo seu intelecto.

Sócrates viveu durante os anos dourados de Atenas. Ele era casado com Xanthippe e teve três filhos.

Sócrates ensinava filosofia voluntariamente e passava horas discutindo com os cidadãos de Atenas. Ele nunca cobrou por aulas. Ensinava em lugares públicos e argumentava com qualquer pessoa que o escutasse ou que se submetesse a suas perguntas. Sócrates acreditava que sua missão era procurar o conhecimento sobre a conduta correta, pela qual ele poderia guiar uma melhora intelectual e moral dos cidadãos de Atenas.

Sócrates pautava sua vida no conhecimento e procurava poetas, políticos, artistas, entre outros. Ele falava com as pessoas e chegou à conclusão que nenhuma delas era sábia. Em um dos seus discursos mais conhecidos, Sócrates se manifesta abismado e diz que muitos clamam que sabem a verdade sem estarem cientes de sua ignorância. Por outro lado, Sócrates sabia que nada sabia.

Sócrates acreditava na superioridade da fala sobre as palavras escritas. Desta feita, nunca escreveu seus ensinamentos. Ele criticava a palavra escrita chamando-a de artificial, em vez de viva, dizendo que não se pode fazer perguntas a uma palavra escrita. Os ensinamentos de Sócrates que encontramos atualmente foram escritos por seus discípulos. De seus discípulos lemos mais os diálogos escritos por Platão ou por Xenophon. Porém, nos diálogos, Platão faz do personagem Sócrates porta-voz de seus próprios pensamentos, de modo que é difícil estabelecer quais as idéias são de Platão e quais são de Sócrates. Platão também era 45 anos mais jovem do que Sócrates. Portanto, só tinha conhecimento dos últimos 12 anos de sua vida.

Para ensinar, Sócrates usava o método conhecido atualmente como o dialogo Socrático, onde ele trazia conhecimento aos seus alunos através de uma série de perguntas, analisando as respostas e fazendo mais perguntas. Com isso, ele guiava o aluno ao descobrimento do conhecimento. Sócrates passava horas discutindo virtude e justiça, entre outros tópicos, em praça pública.

Sócrates passou quase toda sua vida em Atenas. Ele dizia que amava aprender das pessoas e que era mais fácil achar pessoas na cidade do que no campo.

Sócrates nunca ocupou nenhum cargo público, acreditando que estaria comprometendo seus princípios. Também dizia que a melhor forma de servir a seu país era se dedicando a ensinar e a persuadir os cidadãos de Atenas a examinarem suas almas e acharem o conhecimento, em vez de entrarem para a política.

Em 399 a.C. Sócrates, com 70 anos, foi julgado e condenado por corromper jovens e por não acreditar nos deuses da cidade. Atrás de sua condenação existiam outros motivos; em sua peregrinação atrás de espalhar o conhecimento, Sócrates desmascarou e humilhou homens importantes na cidade. Os que o condenaram, acusaram Sócrates de ser uma pessoa curiosa a procura de coisas embaixo da terra e além dos céus, fazendo o pior aparentar o melhor e ensinado tudo isso a outras pessoas.

Enquanto Sócrates estava na cadeia, seus amigos planejaram sua fuga. Porem Sócrates se recusou a ouvi-los, dizendo que havia sido condenado por uma corte legitima, então tinha a obrigação de obedecer. Sendo assim, Sócrates aceitou sua sentença e permaneceu na cadeia. Sócrates passou seu último dia de vida com amigos e admiradores. À noite, conforme mandava a lei, ele tomou veneno, cumprindo asssim sua pena. Sua execução foi no ano 399 a .C.


SUA OBRA

Sócrates foi inovador no método e nos tópicos em que ele abordou. Sua contribuição à filosofia ocidental foi essencialmente de caráter ético. Seus ensinamentos visavam chegar ao entendimento de conceitos com justiça, amor e virtude, procurando definições gerais para tais idéias. Ele acreditava que o vício era o resultado da ignorância e que as pessoas não são más por escolha. A virtude vem do conhecimento; aqueles que tem conhecimento têm virtude e, portanto, agem corretamente e as pessoas que não agem eticamente, o fazem por falta de conhecimento. De acordo com sua teoria, uma pessoa que sabe que algo está errado, não agiria apesar de saber que sua ação não seria correta. Sócrates acreditava que virtude é igual a conhecimento, então virtude pode ser ensinada.

Sócrates se concentrou no problema do homem, buscando respostas para origem da essência humana. Sócrates chegou à conclusão que o homem é a sua alma, ou seja, o seu consciente; o que o distingue como homem. O homem é a sua razão, seu intelecto, seus conceitos éticos, sua personalidade intelectual e moral e sua consciência.

Sócrates focava sua busca em como viver uma vida correta. Ele não explorou áreas da filosofia como a natureza, a origem do universo, ou até a religião. Ele perguntava aos que abordavam tais dilemas se o seu conhecimento do ser humano era tão profundo que eles podiam procurar novos campos ou novas perguntas para serem explorados.

Sócrates dizia que aqueles que estudavam o ser humano podiam aplicar seu conhecimento para uma automelhora ou para melhorar os outros.

Alguns exemplos dos tópicos explorados por Sócrates são: O que é o bonito? O que é justo? O que é injusto? O que é coragem? O que é governo? Como deve ser um governador? O que é ser nobre? O que é o Estado? O que é vergonha? Como seria o Estado ideal?

Ele também abordava temas mais específicos como: Como a pessoa deve cuidar do seu corpo? Por que a pessoa deveria fazer exercício? O papel da música na vida? Poesia? Guerra? Autocontrole? Desejos humanos? Prazer? Excesso? Luxuria?

Sócrates foi um dos maiores filósofos de todos os tempos e suas idéias são estudadas em todas as gerações.